Sábado, 9 de Agosto de 2008

aTIRAR a mATAR

Dois assaltantes Brasileiros viram as suas expectativas de assaltar um banco frustradas, tendo acabado um, morto no local do crime pela polícia de intervenção

da PSP, e o outro gravemente ferido. É sabido que os snipers da PSP tiveram ordem de atirar a matar, perante o perigo eminente de vida de uma refém, e os Portugueses que assistiam aquilo em directo pelas tv´s  suspiraram de alívio perante aqueles disparos mortiferos. «Tomá lá que já almoças-te! Este não vamos sustentar na prisão...» A TVI esfregava as mãos.Na programação alinhava-se  tourada em directo no Campo Pequeno, mas o directo seria repartido com a tourada de Campolide, essa sim com morte na arena.

Atirar a matar não é brincadeira no país dos brandos costumes, um dos pioneiros em abolir a pena de morte. E se eu prefiro que não exista uma pena que condene à morte mesmo o maior dos assasínos, pois considero que a justiça que assim pudesse ser feita, nunca anularia a injustiça de condenar um eventual inocente, concordar com a ordem de atirar a matar ontem a noite era algo para estranhar. E logo pensei: «Ui, que vão já aparecer as "Marias Papoilas" do ah, e tal... não havia necessidade.» Pois! Não me enganei.

Naquela situação era a refém ou o criminoso. Os nervos a flor da pele, uma arma na cabeça de uma mulher , tudo a vista e em directo na tv, e o enredo acabou qual happy end de série americana. Os homens saiam em ombros.

Matar continua a ser uma decisão que a justiça portuguesa prefere deixar para Deus, mas posição que o governo-todo-poderoso não tem problema em abraçar. O ministro Rui Pereira decidiu, está decidido! Pim, pam, pum, cada bala mata um... Muita gente não sabe, mas ter o "azar" de matar um ladrão que invadiu a sua propriedade, por muito pânico que a situação tenha gerado, é um molho de brócolos bastante complicado. É por isso que este casal estará provavelmente  enrascado.

Se fosse tão fácil para a populaça apertar o gatilho como chamar a um portista de corrupto,  andávamos todos para aí aos tiros.

Agora uma coisa vos digo, quando voltar a abastecer o depósito, vou pedir por contas ao menezinho das bombas. Porque??!! Então não faz hoje oito dias, ia pagar-lhe o gasóleo, e dizia-me ele a propósito da crise:

«Pá, prepara-te que isto vaí piorar. Portugal é um paraiso, entra aqui quem quer. Com o desemprego que aí está e Brasileiros aos molhos, ao que achas que eles se vão dedicar ?»

Quero abrir socidade no euromilhões com este homem!

 

____

foto | Paulo Pinto

 


MrCosmos às 00:03
link do post | COMENTAR | favorito
2 comentários:
De Dragão Azul a 11 de Agosto de 2008 às 10:52
Isto ou ia a bem ou ia a mal, foi a mal os refens foram salvos os assaltantes, um morreu e o outro esta em situação grave.... não sou a favor da pena de morte mas a justiça é tão lenta e em muitos casos as penas são tão leves que o crime acava por compensar. Quanto maior for o desemprego maior sera a criminalidade, á que fechar as fronteiras a sete chaves aos países que não pertencem á união europeia já que essa não pode ser fechada.... alguma coisa tem que ser feita... e já vai tarde.

Abraço!


De MrCosmos a 11 de Agosto de 2008 às 11:18
Acho que sim, é mais ou menos por aí Dragão.

Boa semana para ti!


Comentar o post

.mrcosmos@sapo.pt


. ver perfil

. atura-o tu!

. 8 seguidores

.dESEN[RASCA]

 

.pOST rECENTES

. sHUTDOWN

. tHE sILLY sEASON iS oPEN,...

. eSGRAVATANDO

. aINDA sOBRE o tETRA...

. vENHA o pENTA...

. 201 aNOS dA BRP

. u-lA-lÁ, mON dIEU!

. a cUSPIDELA dO dRAGÃO

. uMA lUFADA dE aR fRESCO

. vÊM dEBATER o fENÓMENO bL...

. pRESTAÇÃO oU pROSTITUIÇÃO...

. pORQUE vALE (sEM dÚVIDA) ...

. a pEDIDO dE uM vIZINHO...

. dESCULPEM lÁ o iNCOMODO d...

. cONTINUANDO nAS rECOMENDA...

. o bLOGUE gERAÇÃO rECOMEND...

. cAIXA pOSTAL [XI]

. 20.01.2009 - pARA mAIS tA...

. fOI o sENHOR qUE pEDIU? -...

. jÁ o pROFETA bILL dIZIA

.tags

. todas as tags

.LINKS

.nA gAVETA

.gERADELAS

eSTÃO a gERAR pRAQUI
.

.subscrever feeds